repensando o animado, reanimando o pensamento

(Tim Ingold): O animismo é frequentemente descrito como a atribuição de vida a objetos inertes. Essa atribuição é mais facilmente encontrada entre pessoas oriundas das sociedades ocidentais que sonham em encontrar vida em outros planetas do que entre povos indígenas a quem o rótulo de animistas foi tradicionalmente aplicado. Esses povos não estão unidos por suas crenças, mas na maneira de ser que está viva e aberta para um mundo em contínuo nascimento. Nessa ontologia anímica, os seres não se movem em um mundo já acabado, deslocam-se em um mundo em formação, de acordo com suas relações. Para seus habitantes, esse mundo-clima, abrangendo tanto o céu quanto a terra, é uma fonte de assombro, mas não de surpresa. A reanimação da tradição do pensamento ‘ocidental’ significa recuperar a capacidade de assombrar-se, banida da ciência oficial.

Para ler artigo na integra:

http://seer.ufrgs.br/index.php/EspacoAmerindio/article/view/43552/28031

repensando o animado, reanimando o pensamento repensando o animado, reanimando o pensamento Reviewed by davy sales on 13:28:00 Rating: 5

Um comentário:

  1. que excelente artigo! aqui comparto também onde ler mais artigos e estudos antropológicos, e até baixá-los gratuitamente: http://portugues.free-ebooks.net/categoria/antropologia
    espero que disfrutem!

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.